Eu escolhi viver

Rose Yannahe; Rech
Citadel

49,90

Estoque: 48

Um relacionamento abusivo, uma mulher forte, um tiro e um milagre “Quando somos jovens, acreditamos que a vida é linear: crescer, estudar, trabalhar, casar, ter filhos, morrer. Não contamos com os obstáculos, as reviravoltas, as dificuldades e as tensões que enfrentaremos ao longo desse percurso. Na minha juventude, jamais pensei que passaria pelo que passei. Miguel foi o meu primeiro namorado sério, e, depois de um tempo de namoro, nos casamos. Tudo me levava a crer que nosso relacionamento era perfeito; logo tivemos filhos e seguíamos a nossa vida de casal. Eu sempre idealizava que ele tinha sido a escolha certa. Foram treze anos. Praticamente uma vida. Como todo casal, tivemos altos e baixos, dificuldades no meio do caminho. Mas me lembro perfeitamente dos dias em que comecei a achar que não dava mais... Em abril de 2019, cerca de sete meses após nossa separação definitiva, meu ex-marido invadiu o condomínio em que eu morava com um revólver 38 e uma única ideia na cabeça: impedir-me de ser feliz sem ele, acabando com a minha vida.” “Foi um milagre! O projétil não ter atingido áreas essenciais do cérebro, a recuperação da perda de massa encefálica e a não manifestação de sequelas graves são eventos que a medicina atual não pode explicar.” (Dr. Bruno Bogéa, Neurocirurgião) Conheça a história de uma mulher, que, como milhares de outros em nosso país e no mundo, enfrentou um relacionamento abusivo por anos, chegou ao limite, sofreu uma tentativa de assassinato, desafiou a medicina e a natureza, mas não se entregou e faz tudo para encontrar a felicidade e inspirar outras mulheres a dizerem não antes que seja tarde demais.